Aplicabilidade da Corrente Crítica da Teoria das Restrições no Gerenciamento de Projetos Executivos de Engenharia: Um Estudo de Caso em uma Refinaria de Petróleo

Título: Aplicabilidade da Corrente Crítica da Teoria das Restrições no Gerenciamento de Projetos Executivos de Engenharia: Um Estudo de Caso em uma Refinaria de Petróleo. (Clique para ter acesso ao Artigo Completo)

Resumo: Este trabalho tem o objetivo de avaliar a aplicabilidade do método da Corrente Crítica da Teoria das Restrições no gerenciamento de projetos executivos de engenharia em uma refinaria de petróleo. Um problema que necessita de maiores estudos é o ambiente multiprojetos com equipes compartilhadas. Tanto para os modelos clássicos de gestão de projetos, quanto para abordagens alternativas, como a Corrente Crítica, o ambiente multiprojetos apresenta desafios particulares. Nesse sentido, o presente trabalho busca compreender e analisar esse ambiente específico do ponto de vista da Teoria das Restrições. A partir dessa análise se propõe uma sistemática para a implementação da Corrente Crítica nesse ambiente multiprojeto, em particular. O trabalho respeitou os procedimentos recomendados para uma pesquisa qualitativa, especificamente os relativos ao estudo de caso. Os resultados obtidos foram promissores, pois reforçam a necessidade de maiores estudos sobre o gerenciamento de projetos no referido ambiente. Além disso, a proposta de uma sistemática de implementação da Corrente Crítica nesse tipo de ambiente se mostrou apropriada, embora requeira adequações e apresente algumas limitações.

Periódico: Gestão e Produção (UFSCar. Impresso), v. 19, p. 1-16, 2012.

Autores: Luis Henrique RodriguesDaniel Pacheco Lacerda, Everton Maurer da Silva.