Design Science Research: método de pesquisa para a engenharia de produção

Título: Design Science Research: método de pesquisa para a engenharia de produção. (Clique para ter acesso ao Artigo Completo)

Resumo: Para garantir que uma pesquisa seja reconhecida como sólida e potencialmente relevante, tanto pelo campo acadêmico quanto pela sociedade em geral, ela deve demonstrar que foi desenvolvida com rigor e que é passível de debate e verificação. É neste âmbito que um método de pesquisa robusto se torna imprescindível para o sucesso na condução de um estudo. Este artigo busca contribuir para a comunidade de Engenharia de Produção argumentando pela necessidade de adotar-se um método de pesquisa centrado na evolução de uma "Ciência do Projeto" da área, e evidenciando seu sentido e suas formas de operacionalização. Para desenvolvimento deste artigo, utilizou-se a abordagem metodológica teórico-conceitual fundamentada em ampla revisão da literatura. A partir da revisão da literatura, foi possível verificar que os conceitos da proposta metodológica associada à pesquisa em Design Science, são pertinentes e aplicáveis à Engenharia de Produção. O artigo apresenta um histórico conceitual a respeito da Design Science e da Design Science Research, a importância da definição das Classes de Problemas e dos Artefatos gerados no âmbito da pesquisa, e os principais passos para operacionalizar a Design Science Research. Para aprofundar o entendimento da pauta em questão, o artigo também propõe comparações e análises sobre a Design Science Research, o Estudo de Caso e a Pesquisa-Ação, dado que os dois últimos são reconhecidos como métodos de pesquisa no âmbito da Engenharia de Produção nacional. Ao final, o estudo busca apresentar alguns cuidados para a aplicação e validação da Design Science Research.

Periódico Gestão & Produção (UFSCAR. Impresso), v. 20, p. 741-761, 2013.

Autores: Daniel Pacheco Lacerda, Aline Dresch, Adriano Proença, José Antônio Valle Antunes Jr.

Power Relations in the Project of Economy of Communion: A Brazillian Case Study

Título: Power Relations in the Project of Economy of Communion: A Brazillian Case Study. (Clique para ter acesso ao Artigo Completo)

Resumo: The exploratory research, summarized here, is inserted in a context of a socio and environmental "crisis". This "crisis" forwards the need for transformative change. A proposed change, added to the existing ones, is being investigated as an alternative form of management: the Economy of Communion. Within this theme, this research is limited to an attempt of analysis of power in companies that adopt this form of management. First, it was researched with entrepreneurs what would be a common vision to characterize the object. We performed a case study in one of the major Brazilian companies that fit the concept of Economy of Communion. The summary tables produced on the interviews provide evidence to demonstrate idiosyncrasies in the exercise of the power of this new proposed management.

Periódico: International Journal of Humanities and Social Science, v. 3, p. 279-289, 2013.

Autores: Guido Vaz Silva, Daniel Pacheco Lacerda, Heitor Mansur Caulliraux, Lethicia Mallet Vivas.

Aplicação do Processo de Pensamento da Teoria das Restrições para o Desenvolvimento Sustentável: Uma Proposição Teórica

Título: Aplicação do Processo de Pensamento da Teoria das Restrições para o Desenvolvimento Sustentável: Uma Proposição Teórica. (Clique para ter acesso ao Artigo Completo)

Resumo: O presente artigo apresenta uma aplicação do Processo de Pensamento da Teoria das Restrições (Theory of Constraints - TOC) para contribuir no desenvolvimento de ações que resultem na sustentabilidade das indústrias. Para que isso ocorra são utilizadas algumas ferramentas do Processo de Pensamento da Teoria das Restrições, dentre elas a Árvore da Realidade Atual, o Diagrama de Dispersão das Nuvens e a Árvore da Realidade Futura. Foram formulados possíveis efeitos indesejados organizados por meio da Árvore da Realidade Atual (ARA) para identificação das causas básicas. A partir da ARA se procurou expor os possíveis pressupostos que sustentam uma situação de conflito e, por consequência, impedem a implementação de potenciais soluções. Por fim, foi construída uma Árvore da Realidade Futura para vislumbrar os possiveis desdobramentos das soluções sugeridas. Nesse sentido, o Processo de Pensamento da TOC serviu como fio condutor para a reflexão das possibilidades que uma organização reduza seu impacto ambiental.

Periódico: Espacios (Caracas), v. 33, p. 10, 2012.

Autores: Luis Henrique RodriguesDaniel Pacheco Lacerda, Isaac Pergher, Tito Rossi Filho.

A proposição de um modelo de gestão da capacidade na manufatura

Título: A proposição de um modelo de gestão da capacidade na manufatura. (Clique para ter acesso ao Artigo Completo)

Resumo: Essa pesquisa apresenta um modelo de gerenciamento da capacidade produtiva para sistemas de manufatura ao combinar os conceitos da Teoria das Restrições e da Total Productive Maintenance (TPM). O principal objetivo do artigo é propor um modelo de gerenciamento da capacidade que responda às seguintes questões: i) quais indicadores de capacidade devem ser considerados e como medi-los para mensurar a capacidade produtiva da manufatura? ii) qual é a real capacidade do sistema produtivo analisado frente a uma determinada relação entre capacidade e demanda de mercado? A discussão do modelo proposto é relevante na medida em que a definição da capacidade produtiva possibilita o melhor gerenciamento dos recursos e de suas capacidades, melhora a programação da produção e o atendimento às demandas impostas pelo mercado. Esse estudo apresenta a proposição do uso do Índice do Rendimento Operacional Global (IROG) com uma abordagem diferente da que consta na literatura tradicional que trata do tema, apresentada por Nakajima (1988). Os resultados da pesquisa permitiram desenvolver um modelo capaz de determinar a capacidade do sistema produtivo e o impacto sobre a capacidade produtiva de todo o sistema, ao se considerar as não conformidades de qualidade que ocorrem após o recurso gargalo do fluxo produtivo.

Periódico: Espacios (Caracas), v. 34, p. 14, 2013.

Autores: Daniel Pacheco Lacerda, José Antônio Valle Antunes Jr, Diego A. J. Pacheco, Dieter Brackman Goldmeyer, Charles Von Gilsa.

Proposição de uma Abordagem para o Redesenho da Instrução Normativa 18 a partir dos elementos da Engenharia e Gestão de Serviços

Título: Proposição de uma Abordagem para o Redesenho da Instrução Normativa 18 a partir dos elementos da Engenharia e Gestão de Serviços. (Clique para ter acesso ao Artigo Completo)

Resumo: A gestão das operações de serviços tem sido tema de estudo de muitos pesquisadores, tendo em vista a sua crescente participação na economia dos países. Um tópico de pesquisa nesse tema está relacionado aos serviços prestados ao setor público, haja vista algumas peculiaridades na contratação e controle dos serviços nesse setor. Desta forma, o presente trabalho busca despertar o debate acerca da gestão dos serviços nos órgãos da Administração Pública. Para isso o trabalho utiliza elementos da Engenharia e Gestão de Serviços e de conceitos de Outsourcing. Paralelamente, uma análise é realizada da atual Instrução Normativa n° 18 que regulamenta a prestação de serviços nos órgãos públicos. Para a consecução do trabalho utilizaram-se elementos da pesquisa documental e bibliográfica. Por fim, um modelo genérico é proposto com o objetivo de ser o elemento condutor de futuras discussões ou revisões na Instrução Normativa citada. 

Periódico: Pesquisa & Desenvolvimento Engenharia de Produção, v. 10, p. 22-35, 2012.

Autores: Luis Henrique RodriguesDaniel Pacheco Lacerda, Ricardo Augusto Cassel.