Uma discussão sobre o mundo dos custos e o mundo dos ganhos sob o ponto de vista da teoria das restrições

Título: Uma discussão sobre o mundo dos custos e o mundo dos ganhos sob o ponto de vista da teoria das restrições. (Clique aqui para ter acesso ao Artigo Completo)

Resumo: Um conjunto de trabalhos na área de custos expõe as limitações da contabilidade tradicional de custos e os métodos que se alinham a essa lógica. Paralelamente outros trabalhos apresentam outras lógicas e métodos respondem a essas limitações, dentre elas a Contabilidade de Ganhos da Teoria das Restrições. Entretanto, efetivamente poucas empresas o adotam. Esse artigo procura apresentar uma discussão entre o Mundo dos Custos e o Mundo dos Ganhos, propondo uma hipótese para o avanço de um mundo para outro.

Periódico: S & G. Sistemas & Gestão, v. 4, p. 34-54, 2009.

Autores: Luis Henrique RodriguesDaniel Pacheco Lacerda.

Uma Abordagem para o Posicionamento e Dimensionamento de Estoques de Couros Aftermarket na Cadeia de Suprimentos

Título: Uma Abordagem para o Posicionamento e Dimensionamento de Estoques de Couros Aftermarket na Cadeia de Suprimentos. (Clique para ter acesso ao Artigo Completo)

Resumo: A prática atual de gerenciamento de cadeias de abastecimento tende a forçar o encaminhamento de produtos para o varejo na cadeia de suprimentos. Esta atitude, por consequência, mantém os estoques o mais próximo possível do consumidor, contabilizando, para os fornecedores, vendas realizadas. Valendo-se dos princípios da Teoria das Restrições (TOC), para o gerenciamento de sistemas de distribuição, buscou-se definir o posicionamento e o local para manter os estoques, a fim de atender o mercado nacional de couros automotivos, denominado aftermarket. Este artigo, portanto, sugere a criação de estratégias e ações que possibilitem ofertar ao cliente os produtos desejados, na quantidade, no local e no tempo certo, evitando a falta do produto no ponto-de-venda.

Periódico: Revista de Administração da UFSM, v. 2, p. 525-544, 2009.

Autores: Daniel Pacheco Lacerda, Secundino L.H. Corcini Neto.

Alinhamento entre Sistemas de Produção, custo e indicadores de desempenho: um estudo de caso

Título: ALINHAMENTO ENTRE SISTEMAS DE PRODUÇÃO, CUSTO E INDICADORES DE DESEMPENHO: UM ESTUDO DE CASO. (Clique para ter acesso ao Artigo Completo)

Resumo: As evoluções dos sistemas produtivos, em geral, implicam em uma revisão dos sistemas de indicadores e de custos da organização. Isso decorre da necessidade de averiguar corretamente as ações locais no desempenho da empresa em termos operacionais ou econômicofinanceiros. De acordo com a literatura, o alinhamento entre os sistemas de produção, de custeio e de indicadores de desempenho é um pressuposto para o melhor desempenho da empresa. Este trabalho é um estudo de caso de caráter exploratório da trajetória de alinhamento dos sistemas de produção, de custeio e de indicadores de desempenho. Foram realizadas entrevistas em profundidade, reunidos documentos internos da empresa e consultadas a fontes secundárias. Foi feita a descrição das etapas de implantação dos sistemas de produção e foram registrados os incidentes críticos da empresa, momentos em que ocorreram inconsistências entre os sistemas de produção, de custeio e de indicadores de desempenho. Os resultados evidenciaram que o alinhamento depende de ajustes e modificações realizados ao longo da trajetória de alinhamento dos sistemas, conferindo um caráter dinâmico do alinhamento entre os sistemas de produção, de custeio e de indicadores de desempenho, e revelando a importância do processo de aprendizado.

Periódico: Revista Produção Online, v. 7, p. 61, 2007.

Autores: Sergio Luiz Vaz Dias, Daniel Pacheco Lacerda, Heitor Mansur Caulliraux, José Antônio Valle Antunes Jr.

Uma proposta de ampliação da taxonomia geral de custos: uma aplicação em uma Instituição de Ensino Superior (IES)

Título: Uma proposta de ampliação da taxonomia geral de custos: uma aplicação em uma Instituição de Ensino Superior (IES). (Clique para ter acesso ao Artigo Completo)

Resumo: O presente artigo apresenta, a partir de uma ampla revisão da atual taxionomia de custos, uma proposta de ampliação, considerando um novo vetor de classificação. Esse novo vetor considera a questão dos custos quanto a sua ocorrência baseado no processo de decisão do mix de produção da organização e afetando os seus respectivos ganhos. Assim sendo, alguns custos poderiam ser classificados em tendo Ganhos Pré-definidos e outros como tendo Ganhos Pós-Definidos. O trabalho relaciona essa nova classificação com os conceitos de variabilidade e a alocação direta e indireta de custos, resultando em oito grupos de custos, os quais foram utilizados no sentido de uma revisão teórica na formulação específica do Lucro Global da organização. Finalizando e procurando ilustrar a proposta apresentada, a mesma foi aplicada em uma Instituição de Ensino Superior, procurando validar a robustez da proposta desenvolvida.

Periódico: Revista de Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informação (Online), v. 3, p. 244-257, 2007.

Autores: Luis Henrique RodriguesDaniel Pacheco Lacerda.

Um estudo da implantação de um otimizador de mix para o setor agropecuário

Título: Um estudo da implantação de um otimizador de mix para o setor agropecuário. (Clique para ter acesso ao Artigo Completo)

Resumo: O presente trabalho descreve uma abordagem de implantação de um otimizador de mix de produção em empresas do setor agropecuário, mais propriamente em frigoríficos. A implantação de um otimizador de mix envolve diversas áreas da organização, uma vez que esta é uma ferramenta sistêmica e que tem por objetivo gerar um plano mestre de produção orientado ao mercado, respeitando capacidades finitas agregadas e otimizando a lucratividade da empresa. O artigo discute as dimensões envolvidas na implantação de um projeto dessa natureza, bem como os principais benefícios de sua implantação.

Periódico: Gestão e Produção (UFSCar), São Carlos, v. 13, n.2, 2006.

Autores: Guilherme Vaccaro, Luis Henrique Rodrigues, Felipe Menezes.